XXI ENCOB 2019 - Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas - Gestão das Águas - #Falacomitê - 21 a 25 de outubro de 2019 - Foz do Iguaçu - PR - Inscreva-se Gratuitamente

GESTÃO DAS ÁGUAS | #FALACOMITÊ

Represa Itaipu - Denis Ferreira Neto

Inscrições Encerradas

Visitas Técnicas

Em parceria com a Itaipu Binacional foram selecionados 8 roteiros para as visitas técnicas do XXI ENCOB. As atividades serão realizadas simultaneamente.​

 

Requisitos para embarque

 

O inscrito deverá comparecer ao ponto de Embarque do Hotel Rafain Palace com 15 minutos de antecedência (7h15), portando seu crachá de inscrito e documento de identificação constando o número da identidade e CPF digitados no formulário de inscrição.

Horário de embarque

07:30

Local de embarque

Entrada do Hotel Rafain Palace

Datas

22 de outubro de 2019 (TERÇA-FEIRA)

23 de outubro de 2019 (QUARTA-FEIRA)

Duração da Visita

07h30 até às 12h00

Vagas

Serão disponibilizadas 40 vagas por Visita (por dia).

AS VAGAS PARA CADA VISITA SERÃO PRENCHIDAS POR ORDEM DE CHEGADA.

Recomendações

É aconselhavel que os participantes usem roupas confortáveis, tenis, boné e protetor solar.

Roteiros

VISITA 1 - Gestão integrada de resíduos sólidos (Santa Terezinha de Itaipu)

Descrição: visita técnica à unidade modelo de triagem de resíduos sólidos do município de Santa Terezinha de Itaipu. Os participantes irão conhecer como se dá o trabalho associativo dos catadores, a importância das parceiras entre o poder público (prefeituras), a iniciativa privada e governamental juntamente com a organização dos próprios catadores. O barracão é referência regional e nacional e funciona atualmente como um centro de capacitação para os demais municípios, tornando-se uma estrutura educadora. 

Conteúdos: gestão integrada de resíduos sólidos, coleta seletiva, educação ambiental, segurança hídrica, parcerias institucionais, inclusão social, desenvolvimento territorial sustentável. 

VISITA 2 - Refúgio Biológico Bela Vista

Descritivo: os participantes irão percorrer com técnicos da Itaipu as trilhas da fauna e da flora do Refúgio Biológico Bela Vista, uma estrutura voltada à conservação da biodiversidade, à pesquisa e ao turismo educativo. Além das trilhas e seus conteúdos específicos também será visitada a Casa da Semente e a produção de mudas que são usadas nos reflorestamentos da região incluindo as ações do Programa de Gestão de Bacias Hidrográficas. 

Conteúdos: conservação da biodiversidade (fauna e flora), reprodução assistida de espécies ameaçadas, seqüestro de carbono, reflorestamento.

VISITA 3 - Gestão de Bacias Hidrográficas (Itaipulândia/Missal)

Descritivo: os participantes irão conhecer através de um gestor de bacias da Itaipu as ações realizadas através dos convênios estabelecidos entre a Itaipu e os Municípios que compõem seu território de abrangência, tais como adequação de estradas, recuperação de nascentes, reflorestamento, abastecedouros comunitários, educação ambiental com os agricultores, entre outros.

Conteúdos abordados: conceito de microbacia e bacia hidrográfica, ações para a segurança hídrica (recuperação de nascentes, recomposição da mata ciliar e cerca, adequação de estradas, terraceamento, abastecedouros comunitários) convênios Itaipu e Municípios, parcerias institucionais, educação ambiental e desenvolvimento territorial sustentável.

 

VISITA 4 - Usina de Itaipu – Planta de Biogás e Mobilidade Elétrica Sustentável (Central Hidrelétrica de Itaipu)

Descritivo: Os participantes irão conhecer a Unidade Geradora de Biogás que fica dentro a Usina Hidrelétrica de Itaipu, uma parceria da Itaipu com o Centro Internacional de Biogás do Parque Tecnológico. A unidade serve de referência para a construção de outras unidades e realiza um trabalho de pesquisa e desenvolvimento. O biogás produzido é utilizado em parte da frota da Itaipu. Na sequência será realizada a visita ao Centro de Mobilidade Elétrica Sustentável da Itaipu que, em parceria com diversas instituições e o Parque Tecnológico, realiza a fabricação de transportes elétricos e o desenvolvimento de baterias. 

Conteúdos: gestão integrada de resíduos, desenvolvimento territorial, veículos elétricos, pesquisa e desenvolvimento de baterias, combate às mudanças climáticas, emissão zero, smart grid e parcerias institucionais.

 

VISITA 5 - Parque Nacional do Iguaçu (Foz do Iguaçu)

Descritivo: Visita ao Parque Nacional do Iguaçu e Cataratas do Iguaçu, história do Parque, importância das Unidades de Conservação e recursos hídricos do PNI. 

Conteúdos: conversação da biodiversidade, turismo sustentável e recursos hídricos.

 

VISITA 6 - Agricultura familiar e orgânica (Foz do Iguaçu)

Descritivo: os participantes irão conhecer uma propriedade orgânica modelo no município de Foz do Iguaçu e, juntamente com o dono da propriedade e um técnico do Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável da Itaipu, obter informações sobre esse tipo de agricultura e seus desdobramentos.

 

Conteúdos: agricultura sustentável,  Rede ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural), conservação da biodiversidade, segurança hídrica, segurança alimentar, certificação participativa, parcerias institucionais.

 

 

VISITA 7 -  Ecomuseu

Descritivo: visita ao Ecomuseu de Itaipu acompanhada por uma museóloga da Itaipu que irá apresentar o acervo e conteúdos de forma mais aprofundada. O Ecomuseu é uma estrutura educadora da Itaipu e visa preservar a memória institucional da Itaipu e do território aliada a preservação ambiental. 

Conteúdos: memória, cultura, patrimônio, conceito de ecomuseu, território e desenvolvimento cultural, acervo histórico da Itaipu e região.

 

VISITA 8 - Canal da Piracema, Laboratório de Ictiologia e Bioflocos

Descritivo: a visita guiada por um bióloga da Itaipu irá apresentar o canal da piracema e seu funcionamento detalhado, as pesquisas desenvolvidas pelo laboratório na marcação de espécies e a tecnologia dos bioflocos (BFT) que utiliza partículas suspensas como uma espécie de filtro biológico, deixando a água sempre em condições para o cultivo de peixe. 

Conteúdos: reprodução e migração de peixes, conversação da biodiversidade, usos múltiplos do reservatório, pesquisa e desenvolvimento, bioflocos.