Expedição ‘Rio Paracatu: a joia preciosa do São Francisco

10/05/2019

 

Entre os dias 10 e 13 de maio, um grupo de expedicionários vai percorrer um trecho aproximado de 350 km do Rio Paracatu. A expedição ‘Rio Paracatu: a joia preciosa do São Francisco’, tem como objetivo avaliar a situação do Rio Paracatu por meio de sua calha principal. A iniciativa é uma ação conjunta entre o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paracatu (CBH Rio Paracatu), o Movimento Verde de Paracatu (MOVER) e vários outros apoiadores.

 

O ponto de encontro e início do trajeto será na ponte do Rio Paracatu, localizada na BR 040, às 8h, e os expedicionários vão navegar até a região do Ribeirão Entre Ribeiros, onde param para pernoitar. No segundo dia, a expedição percorrerá o trajeto entre os municípios de Entre Ribeiros e Brasilândia de Minas. No terceiro dia, segue até a foz do Rio do Sono, na margem direita do Rio Paracatu. O ponto final será no encontro do Rio Paracatu com o Rio São Francisco, na divisa dos municípios de Santa Fé de Minas e Buritizeiro. A previsão de chegada é às 15h.

 

Participarão da atividade pilotos profissionais, membros dos comitês dos rios Paracatu e São Francisco, representantes do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), do Movimento Verde de Paracatu, da empresa NEXA Resources e a equipe de comunicação do CBH Rio São Francisco.

 

 

Rio Paracatu

 

A bacia hidrográfica do Rio Paracatu localiza-se totalmente dentro do estado de Minas Gerais (Região Noroeste), com pequenas áreas de topo adentrando no estado de Goiás e no Distrito Federal. A bacia limita-se, ao sul, com a bacia do rio Paranaíba; a oeste, com a bacia do rio São Marcos, afluente do rio Paranaíba; a leste, com as bacias dos rios Formoso e Jatobá, afluentes do rio São Francisco; e, a norte, com a bacia do rio Urucuia, também afluente do São Francisco.

 

Abriga os municípios de Bonfinópolis de Minas, Brasilândia de Minas, Buritizeiro, Cabeceira Grande, Dom Bosco, Guarda-Mor, João Pinheiro, Lagamar, Lagoa Grande, Natalândia, Paracatu, Patos de Minas, Presidente Olegário, Santa Fé de Minas, Unaí e Vazante.

 

Assessoria de Comunicação CBHSF:

TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload