EDIÇÕES ANTERIORES DOS ENCOBS

XVI ENCOB 2014

Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas

Comitês de Bacias Hidrográficas como Articulador Político das Águas

MACEIÓ-AL

23 a 28 de NOVEMBRO de 2014

Público presente:

1200

pessoas

Capacitados: 

900

pessoas

MACEIÓ-AL

Mensagem do Governador do Estado de Alagoas

Teotonio Vilela Filho

Alagoas carrega no próprio nome uma enorme identidade com as águas. A partir da conformação do seu território tem o privilégio de confrontar-se com duas vertentes determinantes para o seu desenvolvimento: de um lado a vertente do Rio São Francisco e de outro lado a vertente do Oceano Atlântico. Tudo isso contribuiu para que nosso Estado seja conhecido nacionalmente como o “Paraíso das Águas.” Sob a inspiração dessa vocação natural, o Governo de Alagoas recepcionou com grande satisfação a notícia de que a cidade de Maceió foi escolhida para sediar a XVI edição do Encontro Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas, evento que merecerá todo o nosso apoio e entusiástica participação.

 

Nosso Governo sempre considerou a importância dos comitês de bacias hidrográficas como a base sólida capaz de efetivar em toda a sua plenitude a gestão sustentável das águas no contexto do Sistema Nacional dos Recursos Hídricos, cuja lei tive a honra de relatar quando de minha passagem pelo Senado Federal.

 

Ontem, como hoje, sinto-me compromissado com essa grande causa em prol do desenvolvimento sustentável, no qual a temática da gestão compartilhada e participativa dos recursos hídricos ocupa lugar central, animada sobretudo pelos comitês de bacias hidrográficas, cujo papel é e continuará sendo fundamental para o êxito de nossa batalha comum.

Mensagem do Secretário do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Alagoas

Artur Ferreira

Alagoas carrega no próprio nome uma enorme identidade com as águas. A partir da conformação do seu território tem o privilégio de confrontar-se com duas vertentes determinantes para o seu desenvolvimento: de um lado a vertente do Rio São Francisco e de outro lado a vertente do Oceano Atlântico. Tudo isso contribuiu para que nosso Estado seja conhecido nacionalmente como o “Paraíso das Águas.” Sob a inspiração dessa vocação natural, o Governo de Alagoas recepcionou com grande satisfação a notícia de que a cidade de Maceió foi escolhida para sediar a XVI edição do Encontro Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas, evento que merecerá todo o nosso apoio e entusiástica participação.

 

Nosso Governo sempre considerou a importância dos comitês de bacias hidrográficas como a base sólida capaz de efetivar em toda a sua plenitude a gestão sustentável das águas no contexto do Sistema Nacional dos Recursos Hídricos, cuja lei tive a honra de relatar quando de minha passagem pelo Senado Federal.

 

Ontem, como hoje, sinto-me compromissado com essa grande causa em prol do desenvolvimento sustentável, no qual a temática da gestão compartilhada e participativa dos recursos hídricos ocupa lugar central, animada sobretudo pelos comitês de bacias hidrográficas, cujo papel é e continuará sendo fundamental para o êxito de nossa batalha comum.

Presidente da REBOB - Rede Brasil e da Rede Internacional de Organismos de Bacia

Lupercio Ziroldo Antonio

O homem e a água
 

O ser humano sempre soube através dos livros da importância da água. Fundamentalmente na relação direta que este líquido tem com sua qualidade de vida. Água não pode faltar.
 

Nestes tempos de globalização, onde parece que o tempo acelerou os problemas do clima e da sociedade, no entanto, o habitante deste planeta imenso começa a perceber que sua relação com a água é muito maior do que ele imaginava.

 

Em tese, a verdade é uma só. Durante séculos o homem semeou a ideia de que á água é infinita, nunca se acabará sobre a terra. Entre suas ações durante décadas, desenvolveu um modelo de desenvolvimento que ao mesmo tempo em que tem como insumo primordial a água, não

se preocupou em retorná-la ao seu habitat nas mesmas condições que retirou. Por outro lado, indiretamente, provocou o êxodo do homem do campo para a cidade com ofertas de emprego fácil num mundo desenvolvimentista e esqueceu que estes homens protegiam suas nascentes.

 

Hoje, dado o cenário que se configura, a sociedade foi diretamente colocada no centro das discussões. Todos precisam participar dos necessários debates dentro de uma bacia hidrográfica para a efetiva gestão dos recursos hídricos.

 

Os Comitês de Bacias Hidrográficas no Brasil, colegiados que integram poder público, usuários e organizações da sociedade civil tem se posicionado neste cenário das águas em nosso país como a real base do Sistema de Recursos Hídricos. Suas decisões tem provocado a implementação de importantes programas e obras de recuperação e preservação de nossos rios e aquíferos. Os Planos de Bacia, discutidos e aprovados dentro de suas reuniões, além de ampliar o debate sobre como cuidar de nossas águas, têm envolvido o poder público a assumir as necessárias políticas para o setor.

 

E mais. De forma democrática e integrada, o profícuo trabalho dos Comitês de Bacia tem levado muitos governantes a já acelerar aquilo que nós, técnicos do setor, já dizemos há anos: a implementação das políticas públicas tem que ser exercidas por bacia hidrográfica.

 

Neste ano de 2.014, estaremos todos em Maceió. Mostrando que além do importante trabalho que vem sendo desenvolvido, os Comitês se posicionam como articuladores das águas.

 

Em resumo. O homem já via a importância da água em sua vida. Agora vê a importância do envolvimento da sua vida no cuidar das águas. Pra quem sabe um dia voltar a nadar e pescarnos rios e lagos.

Coordenador Geral FNCBH

Affonso Henrique de Albuquerque Junior

É com grande satisfação que apresentamos o Encontro Nacional de Comitês de Bacia Hidrográfica – ENCOB-2014, em sua 16° edição, que será realizado em Maceió com o tema “O Comitê de Bacia Hidrográfica como Articulador Político das Águas”.

 

Assim como o mais brasileiro de todos os rios - o Rio São Francisco - encontra o mar em Alagoas, os Comitês de Bacia do Brasil também vão se encontrar em Alagoas em 2014 para avançar nos debates sobre a política de recursos hídricos.

 

O Estado de Alagoas, conhecido como “Paraíso das Águas”, vai reunir um grande público de todos os recantos deste país, para de lá trazer experiências exitosas sobre gestão das águas e refletir sobre o real papel político dos Comitês de Bacia Hidrográfica.

 

Destacamos o processo de construção deste evento, onde de forma participativa uma nova proposta foi construída. A programação deste Encontro atende as expectativas apresentadas nas últimas plenárias do Fórum Nacional de Comitês – FNCBH, a partir da experiência acumulada em seus encontros anteriores, aliado ao compromisso da atual Coordenação do Fórum Nacional em promover essas mudanças esperadas e necessárias.

 

Agradecemos a iniciativa do Governo do Estado de Alagoas em sediar este XVI ENCOB, demonstrando assim o compromisso ainda maior na aplicação da Lei Federal 9433/97, a chamada “Lei das Águas”.
 

Nos encontramos em Maceió!